DESCONSTRUÇÃO DO ESQUECIMENTO: GOLPE, ANISTIA E JUSTIÇA DE TRANSIÇÃO

2017

Exposição realizada no Centro Cultural da UFMG, que se "propõe a relembrar e reviver um dos momentos mais marcantes e traumáticos da história nacional: o golpe de 1964, o estado de exceção vivido pelo povo brasileiro, a anistia que se seguiu e a longa construção do processo de reparação e justiça." O projeto foi desenvolvido a partir da utilização de materiais brutos, desprovidos de acabamento, simbolizando um espaço frágil e em gradativa construção. Com o intuito de "reavivar a memória daqueles que já esqueceram e informar àqueles que desconhecem", a desconstrução do esquecimento é feita de forma direta e impactante. A estrutura de andaime simboliza simultaneamente a fragilidade e reestruturação da democracia no país.

Ficha Técnica

Expografia: Cristiano Cezarino, Branca Peixoto, Bruna Cosfer e Rayssa Scalabrino. Realização: Diretoria de Ação Cultural UFMG. Coordenação e Supervisão Geral: Leda Martins e Silvana Cóser. Curadoria: Fabrício Fernandino. 

Design Gráfico: Marcelo Drummond, Fernando Badharó e Lila Gaudêncio. Design de Luz: Telma Fernandes e Jô Santos

Fotos: Cyro Almeida 

press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom